PDFImpressão

Delta do Rio das Pérolas - Zhaoqing e Huizhou - Cidades rumo ao desenvolvimento

Desde 2003 que as autoridades de Zhaoqing têm tentado construir um processo de industrialização moderno, mesmo sem a ajuda do investimento directo estrangeiro, como aconteceu em outras zonas económicas do Delta do Rio das Pérolas. Esta necessidade coincidiu, em parte, com o aparecimento de um modelo, tanto na província de Guangdong como em Cantão, centrado no desenvolvimento da indústria pesada nacional como um factor alternativo de crescimento económico; este modelo permitia substituir o processo industrial existente cuja evolução a que se assistia obrigava à partilha dos lucros por investidores estrangeiros que dominavam esta indústria.

Em 2015, o governo central aprovou a classificação de Huizhou como município histórico e cultural, à semelhança de Foshan, Zhaoqing e Meizhou que haviam recebido essa distinção em 1992. A primeira administração do município foi nomeada na Dinastia Qing, em 214 A.C., sob a jurisdição do distrito de Nanhai, tendo recebido então o nome de Boluo. Durante a Dinastia Tang a cidade teve vários nomes, tendo-se tornado numa grande cidade portuária do Rio Dong, na região oriental da província de Guangdong, após muitos migrantes se terem deslocado no norte (Jiangxi) e do leste (Fujian) para a zona. Devido ao facto de dispor de ligações fluviais com Cantão e com o Rio das Pérolas, a região partilhou com esta cidade os benefícios do comércio internacional; era um entreposto portuário interno para o escoamento da produção agrícola. À semelhança de outras vilas e municípios da região do Delta do Rio das Pérolas, a sua sorte acompanhou os altos e baixos de Cantão.
Preço VendaMOP100,00